Para ganhar massa muscular e ficar com aquele corpão, cada vez mais homens e mulheres recorrem aos suplementos de aminoácidos. O motivo é bem fácil de entender: essas substâncias são fundamentais na formação das proteínas e, por consequência, dos músculos.

A Glutamina está entre os suplementos mais procurados porque, apesar desse aminoácido ser sintetizado em nosso organismo, sofre redução considerável durante exercícios intensos. Mas não é só isso!

Há muitas fontes possíveis de proteínas de baixa caloria, mas a seguir está o que a maioria dos fisiculturistas utiliza:

Peixe (particularmente atum enlatado em água, não óleo). Alguns tipos de peixe são pobres em gordura, mas ricos em colesterol. (A propósito, peixes gordurosos como salmão e truta na verdade são benéficos, devido a seus óleos).

Os atletas estão maiores, mais fortes e mais rápidos do que nunca e, recordes continuam sendo quebrados.

O treinamento de peso para o esporte está em vias de se tornar universal, pois os atletas, principalmente os de elite, estão passando a treinar com pesos para melhorar suas chances de sucesso.

Há dois tipos fundamentais diferentes de resistência: muscular e cardiovascular.

* Resistência muscular é a capacidade do músculo para contrair-se repetidamente durante o exercício e recrutar o número máximo de fibras para realizar esse exercício.

* Resistência cardiovascular é a capacidade do coração, dos pulmões e do sistema circulatório para transportar oxigênio para os músculos para abastecer mais exercícios e eliminar resíduos (ácido lático).

As pessoas que mantêm um controle alimentar disciplinado sabem que, após um tempo, ocorre uma aversão fisiológica a alimentos açucarados ou gordurosos. Costumo dizer que, quando estamos reeducados ao padrão alimentar, “fugimos” da dieta muito mais para agradar familiares, amigos, esposas (os) que a nós mesmos, em razão de insistências como:

 “Eu não quero ficar tão grande, só quero crescer um pouco”; “Quero ganhar só um pouco de massa e manter”…  Se você já proferiu esse tipo de sentença ou tem como objetivo algo semelhante, aqui vai um aviso: você terá muita sorte se conseguir ficar metade do que quer, mesmo treinando para ficar “gigantesco”.

1 – Você coloca 200 anilhas no legpress e desce 10% do peso e ainda se dá o luxo de gritar, como se estivesse treinando pesado.

2 – Você faz poses no espelho entre as séries.

3 – Em todos os exercícios, você procura usar o máximo de carga possível e fica olhando para ver se os outros perceberam.

4 – Você grita em todos os exercícios, até mesmo com pouca carga.

5 – Você não treina músculos que não consegue ver no espelho.

Os esteroides anabolizantes/androgênicos têm uma ampla faixa de efeitos em inúmeras funções orgânicas importantes. As possíveis complicações médicas associadas com o uso dos esteroides são:

Alteração da função hepática. Quando introduz esteroides em seu organismo, você coloca muito estresse sobre o fígado. Com o uso prolongado de altas doses, especialmente de esteroides orais, pode haver colestase e icterícia progressivas, hemorragias e até mesmo a possibilidade de câncer hepático. Há casos de mortes entre pacientes submetidos a esse tipo de terapia.

Um dos problemas da sociedade moderna é que todos estão sempre procurando respostas rápidas e fáceis. As empresas têm que mostrar lucro muito rápido ou suas ações caem, não importa o dano que isso possa trazer ao sucesso e crescimento a longo prazo. Se um programa de TV não tem uma boa audiência em poucas semanas, é retirado do ar. Os filmes são julgados pela bilheteria da estreia. Em um mundo sem paciência para esperar resultados, não é surpresa que os atletas sejam encorajados a tentar atalhos e vez de dedicar-se a esquemas longos de disciplina e trabalho árduo.

Certamente você já ouviu a frase “Sem dor, sem ganho”, mas é importante ser capaz de diferenciar a dor (quase) agradável de um treinamento intenso da dor resultante de uma lesão física.

A sensibilidade muscular não é uma coisa ruim e, na realidade, pode ser tomada como um sinal, uma indicação de que você treinou intensamente o bastante para produzir resultados. No entanto, se ficar tão dolorido a ponto de interferir no seu treinamento ou em outras áreas da sua vida, você deve relaxar por um momento. Ficar um pouco dolorido indica que você teve um treinamento bom e pesado; ficar muito dolorido significa simplesmente que você abusou do corpo e deve levar as coisas com um pouco mais de calma.

Últimos Artigos

10 dicas para não desistir da academia

Se você precisa de incentivo para não deixar de malhar, estes truques são essenciais Agora é para valer: nada de colocar o despertador na soneca, d ...

Os melhores exercícios e treino para abdômen

Existem inúmeros exercícios e treinos para “talhar” o abdômen, mas, infelizmente, a maioria deles são baseados em conceitos ultrapassados e mirabola ...

Receita de pizza de frango saudável com 50g de proteína

            Pizza é um dos pratos mais adorados no mundo inteiro, mas a esmagadora maioria dos sabores, até mesmo em um único pedaço, fornecem calor ...

Retenção de líquidos - 11 métodos naturais para diminuir e gerar mais  definição

O corpo possui mecanismos naturais que controlam a retenção de líquidos, mas inúmeros fatores internos e externos poderão influenciar nisso. Adotar ...

Vitaminas do complexo B – aspectos nutricionais para praticantes de atividade  física

As vitaminas compartilham uma característica comum, são essenciais para saúde e bem estar. As vitaminas da família hidrossolúveis não podem ser esto ...

Voltar ao Topo